Notas

Em Maringá, a coordenação municipal de DST/Aids realizará, na próxima segunda-feira (1º), na praça Napoleão Moreira da Silva ( em frente as Lojas Pernambucanas), das 10 às 16 horas, uma abordagem para comemorar o Dia Mundial de Luta contra a Aids.

O evento terá a apresentação de quatro peças teatrais, nas praças Napoleão Moreira da Silva e Raposo Tavares (em frente à antiga rodoviária), distribuição de material informativo, brindes e orientações com a intenção de alertar as pessoas e principalmente os homens maduros (com mais de 50 anos de idade), foco da campanha.

Na próxima sexta-feira, a Associação Beneficente Estrela da Manhã – Casa de Emaús, parceira da coordenação municipal de DST/Aids, também estará com uma série de atividades e palestras que serão oferecidas aos seus usuários, com o objetivo de chamar atenção para a luta contra a Aids.

Serão realizadas, ainda, atividades em parceria com o Comitê Local da International Federation Londrina Medical Students (IFLMS), por meio de estudantes de medicina da Universidade Estadual de Maringá (UEM), em duas abordagens distintas: a primeira localizada no shopping Avenida Center, no domingo (30), com distribuição de material informativo, preservativos e orientações, e, a segunda frente de atuação, nos bares próximos à UEM nos dias 1º e 2, durante o vestibular da UEM.

As atividades para marcar a passagem do Dia Mundial de Luta contra a Aids serão desenvolvidas também em todas as Unidades Básicas de Saúde, com distribuição de material informativo e preservativos.

Além disso, durante toda a semana, a partir do dia 1º de dezembro, serão distribuídos folderes da campanha no Ambulatório de DST/Aids, reforçando, para os usuários do serviço, a importância da prevenção e diagnóstico precoce. Haverá coleta dos exames de CTA convencional, de segunda à quinta-feira, das 8 às 17 horas, e teste rápido do HIV, na segunda-feira, às 13 horas, e na quarta-feira, às 9 horas.

 

O Curso de Engenharia Mecânica, da Universidade Estadual de Maringá (UEM), promove o Curso de Especialização em Tecnologia Mecânica do Setor Sucroalcooleiro. A iniciativa conta com a parceria e o patrocínio do Grupo Usaçucar, ligado à Usina Santa Terezinha. Cada aluno será beneficiado com uma bolsa de estágio.

O curso lato sensu tem como objetivo geral o aprimoramento e a capacitação técnica de engenheiros mecânicos para atuarem em usinas de açúcar e álcool, possibilitando o aprendizado prático e teórico. A especialização é aberta a engenheiros mecânicos e de produção com até 3 anos de formados e terá duração de 12 meses. Durante este período, os alunos ficarão alocados nas unidades do Grupo Usaçucar, onde farão estágio em período integral, com direito à moradia e a refeições cedidas pela empresa. Além disso, receberão bolsas de estágio, no valor R$ 800,00.

São oferecidas 15 vagas. Os candidatos terão seus currículos avaliados por uma comissão julgadora formada por professores do curso de Engenharia Mecânica da UEM e por profissionais do Grupo Usaçucar. Os candidatos deverão fazer o exame de seleção. As inscrições vão até o dia 10 de dezembro e devem ser feitas pela Internet. A ficha de inscrição e todas as informações necessárias estão no endereço www.dem.uem.br/tecmec.

Alunos do curso de Educação Física, da Universidade Estadual de Maringá, estarão na Feira do Produtor, na próxima quarta-feira, dia 26, provendo eventos recreativos e oficinas com os freqüentadores e feirantes. As atividades serão coordenadas pelo professor Giuliano Pimentel e, segundo ele, o objetivo da iniciativa é “ampliar as possibilidades da feira, que constitui um acontecimento ligado à cultura popular”. Ainda de acordo com o professor, as oficinas são gratuitas e voltadas para pessoas de todas as idades.

Além das recreações será montada uma Mostra de Brinquedos Artesanais produzidos pelo Laboratório do Lúdico, ligado ao Departamento de Educação Física.

As atividades serão realizadas das 17h às 20h, na Feira do Produtor, que é instalada no pátio do Estádio Willie Davis, na Zona 7, em Maringá. Outras informações pelo telefone (44) 3261-4315.

Nesta quinta e sexta-feira (27 e 28), o Departamento de Economia da Universidade Estadual de Maringá (UEM) vai discutir a Teoria Econômica Contemporânea. O Ciclo de Debates conta com professores da UEM e convidados.

A abertura do evento será realizada na quinta, às 8 horas, com a apresentação e discussão de artigos elaborados pelos professores do programa de Pós-Graduação em Ciências Econômicas (PCE). A manhã termina com uma research review com o professor Fábio Dória Scatolin e os professores autores dos textos discutidos.

No período da tarde, o professor Fábio Dória Scatolin (UFPR) faz uma palestra. Em seguida, será realizada uma mesa-redonda com os professores do PCE. O tema será Limitações da pesquisa do PCE e proposições de avanços teóricos-metodológicos. Participam os professores da UEM Joilson Dias e Neio Lúcio Peres Gualda.

Na manhã de sexta-feira, haverá outra sessão de apresentação de trabalhos, com uma research review com o professor Ramón García Fernández (FGV). À tarde, o professor Fernández faz a palestra Algumas observações sobre metodologia da economia: onde estamos hoje?. E a programação termina com a mesa-redonda Limitações nas áreas de competência da pesquisa do PCE e proposições de avanços teóricos-metodológicos, coordenada pelos professores da UEM Amália Maria Goldber Godoy e José Luiz Parré.

Outras informações sobre o Fórum podem ser obtidas pelo telefone (44) 3261-4987.

O Museu da Bacia do Paraná da Universidade Estadual de Maringá apresenta as exposições Contemplação e Estudos de Primavera até 28 deste mês, dentro do projeto O Trabalho e o Prazer Através da Cultura. Os trabalhos que compõem a primeira delas são do professor Edson Ikeda. Auto-didata, Ikeda realiza pinturas em tela e ilustrações para atividades didático-pedagógicas. Além de telas, o artista levou ovos de avestruz, rochas, vasos e pratos de porcelana pintados com figuras humanas e até imagens místicas.

Já a professora Fernanda Simões, colega de Ikeda no Departamento de Engenharia Civil, apresenta uma série de telas inspiradas nas cores, formas e sensações proporcionadas pela Primavera. “As flores e as cores desta estação trazem sempre um toque de leveza à vida”, explica.

As exposições podem ser vistas de segunda a sexta-feira, das 8 às 11 e das 14 às 17 horas. Há a possibilidade de se agendar visitas de grupos pelo fone 3261-4294.

 

 

 

 

Interessados em cultivar orquídeas poderão participar do curso que será ministrado nos dia 6 e 13 de dezembro pela professora Maria Auxiliadora Gutierre, do Departamento de Biologia da Universidade Estadual de Maringá.

O objetivo do curso é repassar métodos eficazes de produção de mudas a partir de sementes. Os conhecimentos adquiridos poderão servir tanto para abastecer o mercado floriculturista, quanto para execução de projetos destinados à recuperação de espécies ameaçadas de extinção.

O curso terá 16 horas/aula, com início às 8 horas e término às 17h30, com intervalo para almoço. Ele será ministrado no laboratório de cultivo de orquídeas do Museu Dinâmico Interdisciplinar, Bloco O-33, no câmpus sede da UEM. Será cobrada uma taxa de R$ 150,00.

Inscrições e informações na secretaria do Museu ou pelos telefones (44) 3261-4961 e 3261-4930.

O Dia da Bandeira foi comemorado na UEM ao meio-dia do dia 19, com a presença do vice-reitor Mário de Azevedo. A data foi instituída em 1889, quatro dias após a proclamação da República. A bandeira foi projeta por Raimundo Teixeira Mendes e Miguel Lemos e a primeira bandeira nacional foi bordada por Flora Simas de Carvalho.