uem educacao inclusiva 2020

Programa de pós-graduação está vinculado em rede nacional, com a atuação de outras universidades; edital de seleção sai em breve

O Conselho Universitário (COU da Universidade Estadual de Maringá (UEM) aprovou a criação do Mestrado Profissional em Educação Inclusiva (Profei), visando oferecer a formação continuada e em serviço para professores da educação básica pública, permitindo a eles que, ao ter o repertório de conhecimentos e saberes aprimorado, possam promover o desenvolvimento de estudantes público alvo da educação especial (EPAEE), garantindo práticas inclusivas.

O Profei foi proposto pelo Departamento de Teoria e Prática da Educação (DTP), ligado ao Centro de Ciências Humanas, Letras e Artes (CCH) da UEM. Trata-se de um mestrado vinculado em rede nacional e envolverá a participação de instituições associadas, tendo, na coordenação, a Universidade Estadual Paulista (Unesp), Câmpus de Presidente Prudente.

Esta coordenação terá o apoio da Associação Brasileira dos Reitores das Universidades Estaduais e Municipais (Abruem) e da Universidade Aberta do Brasil (UAB) que, com sua experiência em gestão de cursos em EaD (Educação a Distância), irá possibilitar o intercâmbio entre as diversas instituições parceiras. 

Além da UEM, as instituições participantes como polo da rede são: Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC),Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará (UNIFESSPA), Universidade Estadual do Maranhão (UEMA), Universidade do Estado de Mato Grosso (Unemat), Universidade Estadual do Paraná (Unespar) e Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG).

Homenagem

Também participarão, como colaboradores, professores de outras instituições públicas de ensino, como a Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF), Universidade Federal do Mato Grosso (UFMT), Universidade Federal de Alagoas (UFAL), Universidade Federal de Santa Maria (UFSM) e a Universidade Aberta de Portugal (UAB). 

No momento da aprovação do Profei-UEM, no último dia 15 de junho, o corpo docente do programa, composto pelos professores doutores Aparecida Meire Calegari Falco (coordenadora), Gilmar Alves Montagnolli, Gizeli Aparecida Ribeiro de Alencar, Maria Luisa Furlan e Nerli Nonato Mori, prestou uma homenagem ao professor Décio Roberto Calegari, falecido em fevereiro deste ano.

Calegari fazia parte do quadro docente inicial do programa, conforme registra a foto de abertura deste texto (ele está de barba). A homenagem foi uma forma de reconhecer a importância do legado deixado pelo professor na área da inclusão de pessoas com deficiência no esporte e no esporte paralímpico , uma vez que ele era referência nacional e internacional neste segmento.

O lançamento do edital para a seleção da primeira turma do mestrado deve ocorrer em breve, em data a ser divulgada. Outras informações com a coordenadora do Profei na UEM, Aparecida Meire Calegari, pelo e-mail Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo..