pos gestao escolar indigena

Inscrições podem ser feitas de 22 de junho a 3 de julho; candidatos devem ser indígenas com diploma de graduação

As universidades estaduais de Maringá (UEM) e do Centro Oeste (Unicentro) estão unidas na oferta da 1ª turma do curso de especialização em Gestão Escolar Indígena. As inscrições, exclusivas para indígenas portadores de diploma de graduação, estarão abertas de 22 de junho a 3 de julho neste site. Leia o edital completo aqui.

As aulas estão previstas para ocorrer de 7 de agosto de 2020 a 9 de julho de 2021, às sextas-feiras e aos sábados, presencialmente na Terra Indígena Rio das Cobras, no Paraná. Conforme a coordenação, essa especialização visa “promover formação continuada para profissionais indígenas que atuam na educação escolar indígena, enfatizando o tema da gestão e organização da escola indígena intercultural, específica, diferenciada e bilíngue”.

Além de serem indígenas diplomados, os candidatos precisam ter Currículo Lattes atualizado e tempo de serviço no magistério. Para inscrever-se é necessário preencher o formulário de inscrição (disponível de 22 de junho a 3 de julho), digitalizar RG, CPF, certidão (nascimento ou casamento), diploma ou certidão de conclusão de curso, histórico escolar do curso superior, currículo e comprovante de pagamento da inscrição (o código de recolhimento a ser digitado é o 5774; a taxa é de R$ 100 para despesas institucionais). Toda esta documentação deve ser enviada, dentro do prazo, para Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. . No campo “Assunto” do e-mail é preciso escrever “Inscrição especialização escolar indígena”.

Resultado – O resultado da seleção para essa pós-graduação sairá entre 13 e 15 de julho, sendo que as matrículas deverão ser efetuadas de 16 de julho a 5 de agosto, gratuitamente. Em virtude da pandemia de covid-19, as aulas poderão sofrer alterações e os alunos serão comunicados caso isso ocorra. A parceria entre UEM e Unicentro se dá por intermédio do Programa Interinstitucional de Pesquisa e Formação Intercultural/Bilíngue de Professores Indígenas no Paraná (Profind).

Estrutura curricular (360 horas) – História e sociedades indígenas no Paraná; História e Política da Educação Escolar Indígena no Paraná; A relação teórico-prática da Gestão da Escola Indígena; Psicologia das relações humanas no ambiente da escola indígena; Antropologia da educação escolar indígena; Iniciação à Pesquisa; Financiamento da Educação e Recursos Financeiros para a Escola Indígena; Fundamentos e Práticas da Gestão Escolar e da Gestão Escolar Indígena; Projeto Político Pedagógico e currículo da Escola Indígena; Seminário de Experiências em Gestão Escolar; Trabalho de Conclusão de Curso.