Tools

Trabalho escravo no Brasil contemporâneo 16102018

As inscrições estão abertas. O evento é gratuito e ocorre no dia 23 de outubro

O Departamento de Psicologia da UEM (Universidade Estadual de Maringá) promove a palestra Trabalho Escravo no Brasil Contemporâneo. O evento será realizado no dia 23 de outubro, às 19 horas, no Auditório PDE, que fica no Bloco B33 do câmpus sede, e irá discutir a existência e o combate à modalidade que contraria os direitos dos trabalhadores.

A ministrante, Baruana Calado dos Santos, é mestranda no Programa de Pós-graduação de Ciências Sociais da Universidade Estadual de Londrina (UEL). Graduada em Direito e em Ciências Sociais/Licenciatura pela mesma universidade.

Haverá também a apresentação da instalação artística "Subvivências", ação organizada por Emily Débora Ribeiro de Matos, Rodrigo Pedro Casteleira, Débora Oliveira Primo de Souza e Daniele Almeida Duarte do DPI/UEM.

Embora não seja recente no Brasil, o fenômeno do trabalho escravo torna-se reconhecível apenas a partir de 1995, quando o governo federal assume a existência desse modalidade de trabalho em seu território. O reconhecimento, do período de 1995 até 2016, implicou a libertação de mais de 50 mil trabalhadores que viviam essa situação.

A palestra é gratuita e as inscrições podem ser efetivadas no link