Tools

Defesa Americo2

Américo Biff defendeu o trabalho, pelo Profnit da UEM, apresentando proposta de estrutura para aceleradora de base tecnológica

A Universidade Estadual de Maringá registrou, ontem (11), a primeira banca de defesa de trabalho de conclusão do Programa de Pós-Graduação em Propriedade Intelectual e Transferência de Tecnologia para a Inovação (Profnit)/UEM.

O aluno Américo Leonardo de Carlos Biff defendeu o trabalho intitulado "Proposta de estrutura organizacional para uma aceleradora de base tecnológica", sob a orientação do professor Marcelo Farid Pereira, do Departamento de Economia (DCO).

A banca foi composta os professores José Roberto Dias Pereira (Profnit/UEM) e Robson Luis Mori (membro externo- DCO-UEM).

O Profnit é um programa de pós-graduação stricto sensu dedicado ao aprimoramento da formação profissional para atuar nas competências dos Núcleos de Inovação Tecnológica (NITs) e nos Ambientes Promotores de Inovação nos diversos setores acadêmico, empresarial, governamental, organizações sociais, entre outros.

Oferecido na modalidade presencial, e ligado ao Fórum Nacional de Gestores de Inovação e Transferência de Tecnologia (Fortec), o Profnit também é um programa em rede nacional, de Pontos Focais, com sede acadêmica em um deste pontos.

Direcionado aos profissionais graduados que atuam em Propriedade Intelectual e Transferência de Tecnologia e Inovação Tecnológica, dentro do âmbito das competências dos Núcleos de Inovação Tecnológica (NITs), também visa alcançar, como público alvo, os servidores e membros de equipes de Instituições de Ciência e Tecnologia (ICTs), bem como em outras instâncias afins do Sistema Nacional de Ciência, Tecnologia e Inovação (SNCTI).

É co-financiado pelo governo brasileiro e por outras organizações. O mestrado profissional é oferecido nacionalmente, compreendendo todas as regiões do Brasil, e foi recomendado com nota 4 pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), em junho de 2015. 

A banca de ontem, na UEM, foi prestigiada, ainda, pelo coordenador do Profnit na Universidade, Silvio Claudio da Costa; e pelo diretor e a diretora-adjunta do Centro de Ciências Sociais Aplicadas (CSA), Romildo de Oliveira Moraes e Gisele Mendes de Carvalho.