Tools

2017 10 19 Calendario 2018 Umuaramama Roda de Leitura IMG 9348 Editar

As estantes ficam disponíveis para os alunos, sem controle de empréstimo

O Projeto Cultura no Câmpus existe desde 2014, e é uma iniciativa dos professores Adriana Pinto e Valdir Zucareli para o câmpus regional de Umuarama, da Universidade Estadual de Maringá (UEM). Os professores notaram uma carência de leitura nos alunos de Medicina Veterinária e Agronomia, refletida na dificuldade dos alunos na redação e interpretação de textos, e buscaram, então, incentivar a leitura.

O foco da iniciativa são as estantes de livros e não há controle sobre os empréstimos. As doações recebidas são carimbadas e disponibilizadas: os estudantes podem pegar os livros à vontade e devolver quando e se quiserem. O professor Valdir Zucareli disse ter notado resultados do projeto. “Para os alunos dos primeiro e segundo anos, principalmente, eu falei sobre a importância da leitura e entreguei alguns livros, e, com isso, percebi uma melhora significativa”.

Vitor Amado Martin, do terceiro ano de agronomia, foi bolsista do projeto, participando da organização e divulgação. Ele destaca que a experiência beneficiou sua formação pessoal, além do currículo. “A UEM de Umuarama é bastante afastada da cidade, mas com o projeto eu tive a oportunidade de trabalhar com a comunidade e ampliar os horizontes, conhecendo pessoas com pensamentos diferentes do meu.”

Além de livros, periodicamente também são oferecidas apresentações culturais no auditório, como música, teatro e dança. O Cultura no Câmpus ainda conta com um Concurso de Fotografias, em que alunos e servidores podem participar. Vitor de Morais Ames, do quarto ano de agronomia, ficou com o segundo e terceiro lugar, há dois anos. “Essa ação incentiva os alunos a conhecerem a universidade, além de motivar um olhar mais sensível aos pequenos detalhes. Fotografar vai além da visão, está ligado ao sentimento do momento”, falou. A próxima edição do concurso está sendo planejada, para março de 2018, e já possui cerca de 60 fotos cadastradas.

O projeto conta com uma página no Facebook, onde podem ser encontradas outras informações e fotos.

 

*(Com orientação dos jornalistas da Assessoria de Comunicação)