Tools
A Universidade Estadual de Maringá entregou, ontem (7), as três quadras esportivas reformadas pela atual administração. As quadras já estão sendo usada para sdisputas dos Jogos Universitários da UEM (Jums), que, neste ano, está em sua 21ª edição, reunindo cerca de 1,3 mil atletas. 

As quadras esportivas QE-1, QE-2 e QE-3 tiveram os pisos tratados, com a colocação de alambrados e tabelas de basquete de street, aumento da quadra de basquete, construção de arquibancadas e melhorias da iluminação. Os recursos aplicados são da universidade.

O coordenador de Desportos e Recreação (CDR), Alexandre da Silveira, salientou que a reforma e a revitalização das quadras era um sonho antigo da Educação Física e da comunidade universitária. Conforme ele, a readequação do espaço dará uma alavancada na prática desportiva, que sempre recebeu o incentivo de Sperandio.

A acadêmica Emanuele Bien, representando o Diretório Central dos Estudantes (DCE), parabenizou a Reitoria e falou sobre a importância de os alunos terem conseguido o fim da cobrança da taxa para o uso das quadras. “Temos a batalha pela frente que é derrubar outras taxas”, afirmou.

A vice-chefe do Departamento de Educação Física, Roseli Teixeira, disse que era extremamente gratificante participar do evento num local onde ela começou a carreira como profissional. A professora alertou para a importância de se fazer a manutenção das quadras e elogiou o reitor pela iniciativa.

Para o diretor do Centro de Ciências da Saúde, Vanildo Rodrigues Pereira, a reforma foi uma verdadeira mão-de-obra de mutirão, coordenada pela Prefeitura do Campus. “Que estes jogos sejam um fator de saúde e de integração”, desejou, ao recordar que, anteontem, era o Dia Mundial da Saúde. Conforme o diretor, o próximo desafio será a cobertura das quadras.

Após a solenidade, o acadêmico Tiago Gomes, do curso de Estatística, fez o juramento dos atletas e o aluno Joelber da Silva, de Educação Física, acendeu a pira olímpica da competição. Uma partida de basquete sobre cadeiras de rodas marcou o início oficial da 21ª edição dos Jums, que termina no dia 18 deste mês. Os melhores representarão a UEM nos Jogos Universitários Paranaenses (Jups). A solenidade reuniu também, entre outros, pró-reitores, diretores de centro, assessores, professores e alunos.

Segundo Sperandio, qualquer administração pública ficará marcada se reunir, como componentes, as forças da ação, de autodomínio e das relações. A reforma das quadras teve, segundo ele, a força da ação. O reitor elogiou o trabalho dos engenheiros e de outros servidores envolvidos no serviço.

Para o reitor Décio Sperandio, as quadras reformadas representam um espaço de valorização, lembrando a dificuldade que existe, na universidade pública, para avançar na infra-estrutura e na aquisição de equipamentos. Ele disse que o ideal seria ter um ginásio coberto, além de melhores condições de espaço físico. “As causas da universidade são compreendidas por nós mesmos. Como dependemos dos outros, precisamos fazer um trabalho de convencimento e convertimento”, comentou, ao mencionar a batalha pelas melhorias na instituição.